domingo, 27 de março de 2011

FALECEU, HOJE PELA MANHÃ, JOSE COMBLIN

JOSÉ COMBLIN: BRUXELAS, 22/03/1923, BAHIA, 27/03/2011

É com tristeza que comunico a vocês que, na manhã de hoje, domingo, dia 27 de março, depois de completar 88 anos, nesta semana, faleceu no interior da Bahia, onde estava assessorando grupos de base, o amigo e mestre de todos nós, José Comblin.

Levantou-se cedo, tomou banho, aprontou-se, mas não apareceu para a oração da manhã. Procuram-no e o encontraram-no sentado no quarto e já morto.

Rezemos por ele que dedicou praticamente toda sua vida ao povo e à Igreja da América Latina, no Brasil, no Chile e no Equador e em centenas de assessorias por todos os países. Ele veio para o Brasil em 1958, junto com o Pe. Michel Schooyans e o Pe. Laga, todos doutores por Lovaina, mas que foram dar aulas no seminário menor, para onde os mandou o Bispo Paulo de Tarso!

Esteve conosco antes da Conferência de Aparecida, analizando a situação e dando-nos todo apoio, para as iniciativas do Fórum.

Perdemos um mestre e um guia inquieto e exigente como os velhos profetas, denunciando sempre nossas incoerências na fidelidade aos preferidos de Deus: o pobre, o órfão, a viúva, o estrangeiro. Trabalhou por uma Igreja profética a serviço destes últimos nas nossas sociedades.

Que ele siga nos inspirando e acompanhando.

Sentiremos e muita sua falta.

Um abraço fraterno para todos vocês. Rezemos pelo Comblin, sua família e as igrejas e comunidades que o acolheram, em especial, Talca de Dom Larrain, no Chile, Dom Proaño em Riobamba, no Equador e, no Brasil, Recife do Dom Helder, Paraíba do Dom José Maria Pires e agora Dom Cappio, em Barra, no sertão da Bahia, onde estava residindo.

Pe. José Oscar Beozzo

Segue abaixo pequena biografia e bibliofia retirada da Wikipaedia.

Nasceu em Bruxelas, na Bélgica, em 1923. Ordenou-se sacerdote em 1947. É doutor em Teologia pela Universidade Católica de Louvain.

Trabalha na América Latina desde 1958. Desembarcou em Campinas, estado de São Paulo, onde lecionou Química e Física para o curso colegial. Posteriormente foi assessor da Juventude Operária Católica, tornando-se professor da Escola Teológica dos Dominicanos em São Paulo, tendo como alunos Frei Betto e Frei Tito. Aí permaneceu até 1962. A seguir lecionou na Faculdade de Teologia do Chile até 1965. A convite de D. Hélder Câmara, foi para Recife, onde foi professor do Instituto de Teologia do Recife. A partir de 1969 esteve à frente da criação de seminários rurais em Pernambuco e na Paraíba. A metodologia utilizada para os seminários era adaptada ao ambiente social dos seminaristas. Esta experiência lançou as bases para a Teologia da Enxada. Suas idéias o colocaram sob suspeita do regime militar. Foi expulso do Brasil em 1971. Exilou-se no Chile durante 8 anos, onde também esteve à frente da criação de um seminário em Talca, em 1978. Em seu livro A Ideologia da Segurança Nacional, publicado em 1977, destrinchou a doutrina que servia de base para os regimes militares na América Latina. Foi expulso por Pinochet em 1980. De volta ao Brasil, radicou-se em Serra Redonda (Paraíba), onde fundou um seminário rural e esteve à frente da formação de animadores de comunidades eclesiais de base. A metodologia para os seminários foi aprovada pelo papa Paulo VI. No pontificado de João Paulo II tal metodologia foi desaprovada e por isso, encerrada.

Criou vários movimentos missionários leigos: Missionários do Campo (1981), Missionárias do Meio Popular (1986), Missionários de Juazeiro da Bahia (1989), na Paraíba (1994) e em Tocantins (1997).

Teólogo de vasta experiência, lecionou no Equador, Chile e Brasil. Sua obra é vasta e polêmica. Atualmente é considerado um dos maiores expoentes da teologia da libertação vivendo no Brasil. Reside há vários anos no sertão do Estado da Paraíba.

Alguns livros publicados

• Le Pouvoir Militaire en Amérique Latine. L’Idéologie de la Securité National. Paris, Éditions Jean Pierre Delarge, 1977.
• Théologie de la Révolution. Paris, Universitaires, 1970.
• Teologia da Libertação, Teologia Neoconservadora e Teologia Liberal. trad. port., Petrópolis, Editora Vozes, 1985.
• Teologia da Reconciliação. Ideologia ou Reforço da Libertação. trad. port., Petrópolis, Editora Vozes, 1986.
• A Força da Palavra. trad. port., Petrópolis, Editora Vozes, 1986.
• Antropologia Cristã. trad. port., Petrópolis, Editora Vozes, 1990.
• Viver na cidade - Pistas para a pastoral urbana. São Paulo: Editora Paulus, 1997. ISBN 8534906408.
• Curso básico para animadores de comunidades de base. São Paulo: Editora Paulus, 1997. ISBN 8534904421
• Cristãos rumo ao século XXI - Nova caminhada de libertação. São Paulo: Editora Paulus, 1997. ISBN 8534905347
• A nuvem do não-saber. São Paulo: Editora Paulus, 1998. ISBN 8534912416.
• Vocação para liberdade. São Paulo: Editora Paulus, 1998.
• Desafios dos cristãos do século XXI. São Paulo: Editora Paulus, 2000. ISBN 8534917043.
• NEOLIBERALISMO (O) - Ideologia dominante na virada do século. Perópolis: Editora Vozes, 2001. ISBN 8532622909
• Os desafios da cidade no século XXI. São Paulo: Editora Paulus, 2002. ISBN 8534920192.
• PASTORAL URBANA - O dinamismo na evangelização. Petrópolis: Editora Vozes, 3ª edição: 2002. ISBN 8532622534.
• O povo de Deus, São Paulo: Editora Paulus, 2002. ISBN 8534918333
• O Caminho - Ensaio sobre o seguimento de Jesus. São Paulo: Editora Paulus, 2004. ISBN 8534922527.
• Quais os desafios dos temas teológicos atuais?. São Paulo: Editora Paulus, 2005. ISBN 8534923817.
• O que é a verdade?, São Paulo: Editora Paulus, 2005. ISBN 8534922993.
• Vaticano II - 40 anos depois, em co-autoria com J. B. Libanio; José Comblin; José Oscar Beozzo; A. Lorscheider; J. M. Vigil. São Paulo: Editora Paulus, 2005. ISBN 8534923671.
• A vida - Em busca da liberdade. São Paulo: Editora Paulus, 2007. ISBN 9788534927.
• A profecia na Igreja. São Paulo: Editora Paulus, 2008. ISBN 9788534929899.

IMPRIMA ESTE TEXTO

2 comentários:

Miguel Becker disse...

Conheci o Pe. José Comblin pessoalmente num encontro em Olinda; ele era daquelas pessoas que apesar da idade demonstram uma mentalidade muito mais jovem de que muitos jovens teólogos da atualidade. Naquele dia fiquei impressionado pela personalidade profética, corajosa e consequente e ao mesmo tempo profundamente simples e acolhedora que deixa você ficar à vontade desde o primeiro momento. Ele vai fazer muita falta.
Miguel Becker, teólogo, membro do Movimento de Formacao Crista Fortaleza

Caminhando com Jesus disse...

Tive a graça de conhecer e estudar com o padre-mestre Comblin. De fato, trata-se de um santo profeta de Deus na Igreja e na sociedade hodiernas.

A luta continua, amigos! Agora temos mais um intercessor junto a Deus. Não deixemos a profecia cair.

Abraços a todos/as!